sábado, 13 de junho de 2009

Húngaros

Continuando nas receitas de infância...essa aqui muito levei na merendeira para o colégio. Acho que ando meio saudosista, e já que estava na casa dos meus pais, aproveitei para matar também a saudade gastronômica.

Húngaros

Para massa:
3 xícaras de farinha
1 xícara de leite
1 xícara de azeite
1 colher de chá de sal
4 colheres de sopa de açúcar
1 colher de sopa de fermento em pó

Para passar em cima dos húngaros:
- 1 clara ligeiramente batida (na foto vocês vão ver que me confundi e bati a clara em neve, mas é só ligeiramente batida mesmo hehehe...)
- queijo ralado
- pimenta do reino moída na hora ( de preferência, pode ser a já comprada moída tb) em cima do queijo ralado



Recheio:

+- 400g de presunto picado em tirinhas





A massa é bem fácil de fazer, eu misturei tudo nessa quantidade e deu bem certinho, logo desgrudou das mãos. De qualquer forma, sugiro ir colocando a farinha aos poucos , pois pode dar alguma diferença entre as marcas e dependendo do tamanho das xícaras utilizadas.

Aí é espichar a massa com um rolo sobre uma superfície enfarinhada, deixando bem fininha, e cortá-la em traingulos como na foto. A massa não é lá muito elástica, tem de ser espichada com cuidado. Colocar o presunto na base maior do triângulo e enrolar a massa sobre a tirinha de presunto, em direção à pontinha.
Depois de moldados, passar os húngaros na clara e depois no queijo ralado. Deve-se tentar dobrá-los para ficar em meia-lua, mas como vocês podem ver na foto, nem sempre isso é possível hehehe...Colocar para assar em uma forma untada.

E aí é só assar, em forno pré-aquecido. Aqui levou uns 40 minutos, 20 em fogo alto e o resto em fogo médio-baixo. Os húngaros ficam crocantes logo que saem do forno, uma delícia.
Eles podem ser congelados depois de assados sem problemas.
Pode-se recheá-los com outros frios também, como chester, salsicha ou linguicinha calabresa fina.
Eu fiz meia receita ontem, rendeu uma forma retangular cheia, acho que aproximadamente uns 50 húngaros pequenos.

9 comentários:

Sabrina disse...

bah giana! gosto de recreio!
vou fazer no próximo final de semana e chamar a gauchada aqui em casa.
heheheh

Giana disse...

Bina, nem me fala no gostinho de infância...comi vários quetinhos e crocantes saídos do forno nham nham nham...

Lu disse...

ai ai, isso me lambra as idas à Rondinha com o carro cheio e latas e mais latas de húngaros e palitos de queijo.
E, também, das tarde intermináveis pré-praia espichando massa e enrolando os ditos cujos.
Nós fazíamos com salsicha, o que, imagino, é um pouquinho menos trabalho de chinês preso - hehehe.
Mas eles são uma deícia, mesmo.

martina disse...

bah. que vontade que me deu!
guria, agora que tá frio, temos que fazer uma tarde de comilança, né? bolos, bolachas, pão com schmia, e esses hungaros que eu fiquei louca pra experimentar.

Giana disse...

Topo todas as orgias gastronômicas, desde que algué, se voluntarie a espichar a massa hehehe...

martina disse...

hehehe. podemos fazer a orgia sem hungaros entao. :P

alias, eu fico me perguntando: esses salgadinhos vieram da hungria?

Giana disse...

Boa pergunta Martina, não sei pq esses salgados tem esse nome...

Sonia disse...

Querida ! Também não sei o porque deste nome! Mas que são uma delícia, isto são!
Posso fazer e convidar todas vcs, desde que estejam aqui.

martina disse...

olha que eu tô planejando uma ida à sta maria há tempo. é mais um motivo! olha que eu vou cobrar, hem?
;)